8 de julho de 2013

Por que ver os clássicos: maio & junho

Eu sei, eu sei. Desapareci e larguei totalmente meu challenge. Minha única desculpa é que juntou final de semestre, mas a inexplicável falta de vontade de assistir filmes. Minha única recompensa é que julho é sinônimo de férias e espero tirar esse atraso todo.

Frenesi (Frenzy) Alfred Hitchcock. 1972
Embora este filme seja em Londres e o começo é uma viagem ao rio Tâmisa com direito a close no Big Ben e o Parlamento, é tão mediano que chega a ser decepcionante. Não vi climax na história inteira e foi super previsível. Ainda bem que tenho outros filmes dele na lista e espero que sejam melhores do que este.

Hiroshima, meu amor (Hiroshima mon amour) Alain Resnais. 1959
O CINUSP estava com uma amostra super linda do Resnais em junho! Nunca tinha assistindo um filme dele e estava super ansiosa por, pelo menos, três! Infelizmente só consegui ver este, mas adorei e já coloquei na lista os próximos. Meu interesse por filmes habituado em guerra me deixou com muita vontade de assistir a mais filmes dele. A respeito deste filme, precisa ter estômago e, acredito, paciência. Há cenas de pessoas mortas e tirando o olho das outras e muito, mas muito diálogo. Os diálogos são bons, mas entendo quem não goste deste tipo de filme.

Infelizmente foram só estes dois filmes. Como disse, queria ter assistindo a mais na amostra do CINUSP, mas não deu. Mês que vem essa lista vai, no mínimo, dobrar! (:

That’s all xx

Nenhum comentário:

Postar um comentário