18 de janeiro de 2013

Lost in Austen

Mais uma obra a respeito dos livros de Jane Austen. Após este post, todo mundo vai pensar que tenho algo contra às adaptações de Austen, mas vamos por partes.
É, não gostei dessa série mesmo.

O começo é promissor, Amanda Price vaga pelo nosso mundo mortal sonhando com o criado pela Jane Austen, seu namorado a pede em casamento bêbado enquanto bebe uma cerveja e seu emprego é ouvir reclamação dos clientes (ou algo do tipo). Seu desejo se realiza quando Elizabeth Bennett aparece em seu banheiro dizendo que tem uma passagem que a leva para sua própria casa. Amanda entra e Lizzie a tranca lá. Maravilha, ela esta presa no mundo que sempre sonhou.
Todo mundo sabe que não seria tão maravilhoso assim. Bom, Amanda percebe que sua presença lá altera os acontecimentos do livro, como a admiração imediata de Mr. Bingley pela Jane. Este fato muda porque, claro, ele se interessa pela Amanda. Algumas atitudes dela me irritavam, como o beijo que ela deu em Mr. Bingley por algum motivo que ainda não sei qual. Mesmo assim, ela ainda tenta consertar a história, obrigando Jane a ir a cavalo para Netherfield, mas aí fica preocupada e a segue a pé. É... É...
Em Netherfield, Amanda (agora Mrs. Price) diz ao Mr. Bingley que é lésbica e o aconselha a dar atenção para Jane. 
As coisas se complicam mais ainda. Mr. Collins aparece e decidi pedir Jane em casamento, já que Lizzie não está lá, Amanda tenta ‘agilizar’ as coisas e tenta convencê-lo a pedir a mão de Charlotte, mas seu discurso foi mal feito e ele pensou que ela tava se declarando. Ela aceita se casar com ele para deixar Jane livre para Mr. Bingley.
Há infinitas coisas que Amanda tenta fazer para seguir o roteiro do livro que dão errado. Um ótimo exemplo/conselho para todos nós que tentamos fazer a vida dos outros (incluindo a nossa) seguir um roteiro fictício. O conselho que Mr. Darcy dá ao Bingley para não se casar com Jane é que ela é uma marionete de Amanda, fato que era mesmo. Amanda tentava controlar todos para que o livro da sua vida fosse como é.

Há fatos que são mostrados na série que vão além do que esta escrito, como o nome do Mr. Bennett e uma alternativa história sobre Wickham e Darcy, aliás, preciso dizer, me apaixonei pelo Wickham.

Primeiramente, amo Mr. Darcy a.k.a Colin Firth porque ele deixou de ser o orgulhoso e preconceituoso que era após escrever a carta à Lizzie e ter ido buscar Lidia e a salvar de um escândalo. Resumidamente, ele provou ser uma pessoa diferente daquela armadura toda coberta com frieza. O Mr. Darcy da série é igual a como deveria ser no início da história, mas não houve a mudança, na minha opinião, a descoberta de um Darcy amável e perfeito.
Em outro lado, mudaram a história de Wickham. Ele é pervertido e not-so-called­-gentleman­, mas ele tem honra e se importa com os outros. A verdade é que a irmã de Mr. Darcy se apaixonara por Wickham, mas ele a rejeitou por ser uma criança, então ela mentiu ao Darcy, alegando que ele abusou dela. Wickham não desmentiu a história porque senão ela ficaria sem um lar, honra e todo aquele blablabla. Fora isso, ele é o tipo de homem que Amanda está acostumada aka homem do nosso século. Ele joga cantadinhas horríveis e tem um pouco de perverticidade na sua língua, no tom certo na minha opinião.

P.S. não é só nessa adaptação que Wickham e Bingley são mais bonitos que Darcy, vide versão de 2005 com a linda Keira Knightley. 
P.S. 2 Esse Mr. Darcy é uma mistura de Joseph Gordon-Levitt com Heath Ledger, não?

Seu nome, Amanda Price, me chamou atenção já que acabei de ler Mansfield Park e, bem, creio que seu sobrenome não foi escolhido aleatoriamente. Fanny Price saiiu de sua casa em Portsmouth e foi para a casa de seus tios em Mansfield, sendo abrigada lá, mas nunca como uma igual. Acredito que seja um pequeno trocadilho com Amanda. Parece.
[spoiler]
O final não foi como desejei. Amanda não devia ter ficado com Mr. Darcy, até porque ele pertence à Lizzie; ela devia ter ficado com Wickham. Quer dizer, ela devia ter voltado pro namorado dela, que vendeu sua moto para comprar a lua-de-mel. Claro que ela queria viver no mundo que Jane Austen criou, mas ela não pode simplesmente invadir um universo completamente diferente do que esta acostumado e estar tudo bem. Na série inteira ela usa brilho labial e reclama da falta de escova de dente, c’mon!
[/spoiler]
O resultado de quatro episódios é uma série divertida, sem dúvida, mas se você é do tipo que fica torcendo pro seu casal favorito se dar bem, não recomendo. Para não ser completamente injusta, acho válido conhecer as tão diversas paródias envolvendo Jane Austen já que não tem como ler algo novo dela. Entretanto, espero que o próximo que eu veja/leia seja melhor.

Bônus:
Uma das cenas mais engraçadas da série é quando Amanda pede ao Mr. Darcy para fazer mais uma coisa para ela, que é ir ao lago e se molhar desse jeito. Aí ela diz: "I am having a bit of a strange post-modern moment here." If you know what she means.

That’s all xx

Nenhum comentário:

Postar um comentário