27 de novembro de 2012

Scott Westerfeld e Justine Larbalestier no Brasil

No final de setembro fiquei sabendo que Justine e Scott iam vir ao Brasil através do twitter e foi a partir daí que comecei a conversar com eles.


Depois dessa conversa, nós trocamos tweets algumas outra vezes, fora que participei de um fórum onde podia perguntar coisas pra ele, perguntei as obras distópicas que o inspiraram e ele respondeu 1984 (kinda obvious). Nesse dia, ele reservou um tempo pra responder várias perguntas, super atencioso; aliás, não só ele, Justine também é super acessível e atenciosa, me responde no twitter com frequência, vou colocar uma das nossas conversas aqui (:


O fato dele ser super educado e atencioso com fã me deixou louca de vontade de conhecê-lo, e todas as minhas expectativas foram atendidas.
Ok, finalmente era sábado! Cheguei com a Déa 14h30 e esperamos até às 16h pra palestra, que aliás, foi ótima! ÓTIMA! Ele foi super engraçado e simpático, começou logo de cara falando as básicas e escassas palavras em português que ele aprendeu, incluindo "Feios" (na verdade, ele fala 'feos', mas tudo bem). Ele explicou como foi a experiência de escrever com um ilustrador e, no começo da palestra, disse “Japan must be a nice place to live” e, mentalmente, tinha pensando em dizer a ele que “yes, it’s a nice place to live indeed”, mas né, chegou na hora e esqueci de tudo que ia dizer. Ele também explicou do que se trata "Leviatã" e tô morrendo de vontade de ler, afinal, IGM + distopia + Scott é imperdível!
Quando foi aberto pra perguntas, perguntaram da onde veio a ideia da distopia de beleza e ele contou uma história super interessante (e engraçada) sobre um amigo que foi ao dentista em Boston e perguntaram se ele queria um tratamento de cinco anos pro dente. A pergunta foi: “where do you want your teeth to be in 5 years?E Scott imitou seu amigo numa voz engraçadíssima: “in my mouth” HAHAHAHAHAHAHAHA Esse foi um dos momentos que todo mundo riu, mas a palestra inteira foi engraçada e a editora Record fez um trabalho incrível e brilhante contratando tradução simultânea. Muitas pessoas pegaram os fones e fico impressionada que todas elas foram à palestra sem ao saber a língua, ou seja, sabendo que não iriam entender. É muito amor, fala sério.
Créditos: Paulo Guimarães
Achei muito amor da parte dele tirando foto de todo mundo, não sei se dá pra ver na minha foto horrível, mas ele tirou e a Justine, ao final da palestra, levantou e tirou várias fotos também da plateia. Eles são uns amores e claramente estavam animados com a viagem. Aliás, já estavam demonstrando isso no twitter há muito tempo.

Não dá pra ver nada, eu sei... mas ele tá tirando foto.

Depois da incrível palestra, houve a imensa fila pra sessão de autógrafo, entretanto, não demorou tanto já que a Déa estava lá e conhecemos uma menina super amigável com sua mãe hilária, então ficamos conversando. Eu tava cansada, com sede e fome e preocupada porque tinha que ir pra Tatuí ainda, mas não demorou muito, na minha opinião. Apareceu um garçom (a.k.a. O grande) e ofereceu água pra todo mundo, além disso, recebi brinde e AMEI AMEI AMEI!


Finalmente, chegou minha vez, meu deus, meu deus! *respira*
Antes de falar como foi os cinco minutos maravilhosos, preciso comentar que minha tia twittou ficou animada porque o Scott tava me respondendo e sendo super educado no twitter e ela decidiu ir comigo. Comprou três livros e twittou pra ele falando que íamos comprar um presente e depois ela disse que não poderia ir comigo no sábado porque ia trabalhar.
Bom, vontando pra minha vez, ele pegou meu livro sem olhar pra mim porque a mulher enfiou debaixo dele, aí ele disse “Oi” e olhou e, quando ele fez isso, disse: “oh, you’re the girl from the aunt” e eu acho que disse: “yes, it’s me”
“How is she?”
“She’s fine, she’s working”
“Great”
Ai ele autografa meus livros e eu entrego o presente, digo que são ‘mugs’, só que ele não entende e pergunta:
“what’s inside?”
“mugs!”
“Oh, mugs! Great!”
Ele só olha por cima, mas não abre porque tempo ali, né HAHAHAHA precioso! Eu disse que tinha um pra Justine e que eram de araras, ele OBVIAMENTE não entendeu e eu falei que era “Brazilian birds”, agradeci, apertei sua mão, tirei foto e foi a vez de conversar com a Justine. A linda Justine, gente, ela é linda e o sorriso dela é simplesmente radiante!
Aliás, antes disso, enquanto eu tava entregando o presente pro Scott, ela me viu e aponto dizendo: “It’s you”
E eu, nada boba, gritei (sim, gritei): “I can’t believe you remember me” e ela me deu um sorriso enorme! *-* (gente, não acredito que gritei)
Ah, a Déa me filmou conversando com eles e jesus, tô com vergonha de mim :x
Bom, fui ao lado dela pra pegar meus livros autografados e perguntei: “Did you go sight seeing?”
Ela disse que não, porque foi a um restaurante e ficou lá por 4 horas. Conversei com ela sobre São Paulo, pois ela disse que aqui era quieto no twitter. Falei “look, this is how crowded Brazil is” (apontando pra Livraria) e ela perguntou: “Have you been to New York? Where we live there is a lot of car buzzing and a lot of  noise” (pelo menos é isso que entendi e lembro)
Falei que ficava feliz por tá achando que aqui é quieto, agradeci e disse que não poderia ir à palestra dela do domingo porque não estaria em casa, falei que era por causa do meu aniversário, e ela me disse Feliz Aniversário e meu deu beijinhos hoho fiquei muito feliz porque ninguém ganhou beijinhos, só aperto de mão HAHAHAHAHAHA
Depois voltei pra falar com ela dizendo que tinha uma caneca pra ela também, ela agradeceu e me disse feliz aniversário de novo.
E eu fui embora, toda boba, feliz e com meus livros autografados *-*
Depois disso, minha tia mandou um tweet pro Scott e ele respondeu:


Ele tirou foto das canecas *-* 

Acredito que isso diz muito sobre a personalidade do Scott e da Justine, super educados, simpáticos e carinhosos com os brasileiros. Agora só posso esperar que eles voltem logo e tenho certeza que vou ler muitos outros livros deles! São uns amores, simplesmente.
P.S. Esqueci de pedir pro Scott autografar meu Zombies vs Unicorns, tinha até separado a página, mas na hora fiquei tão nervosa que esqueci de tudo. Independente disso, o que importa é que tenho foto, autógrafo, eles lembraram de mim do twitter, foram um amor e foi um ótimo presente de aniversário!
Pra terminar o post, meus livros autografados:






Zombies rule indeed!

E pra terminar com chave de ouro, nossa foto:



That’s all x

Um comentário:

  1. ouuuuunnnn que fofos *-* fiquei com mais vontade de ler Feios

    PS: fã de verdade não bebe água, já te disse.

    ResponderExcluir